Conhecimento sobre a pele
A sua pele

Conhecimento sobre a pele

A complexidade da nossa pele cria uma fonte constante de território inexplorado. Estudá-la exige persistência e pragmatismo por parte dos nossos investigadores, além de apoio da comunidade médica e científica. Todos os dias, com a nossa experiência e com tecnologia de ponta exclusiva, conseguimos descobrir novos caminhos e entender melhor os mecanismos biológicos.

Nos últimos 50 anos, trabalhámos incansavelmente para que a saúde da pele esteja disponível para todos. A nossa ambição é manter uma pele saudável, e tratar e corrigir doenças da pele, contribuindo para a qualidade de vida das pessoas. Apresentamos aqui algumas das nossas técnicas de investigação e desenvolvimento da saúde da pele.

Observação da pele com auxílio de tecnologias de imagem microscópica

Com um conhecimento mais aprofundado de como a pele funciona e envelhece, somos capazes de criar tratamentos mais eficazes, desenvolver exames de diagnóstico e ajudar a prevenir doenças. A dermatologia molecular consiste em entender as doenças da pele a um nível molecular. Trabalhando aos níveis celular, proteico e molecular, precisamos de tecnologias específicas.

Imunohistoquímica com scanner digital de lâminas

Esta técnica permite-nos observar e quantificar os compostos da pele. Neste exemplo, estamos a estudar um produto de preenchimento que se integra na pele ao longo do tempo.

Human skin with performed on Alcian Blue cut section
Secção de corte de pele humana com produto de preenchimento (em Alcian Blue)

Espetroscopia de infravermelho (IV)

O exame fornece informações moleculares sobre o tecido cutâneo a um nível microscópico. Fazemos isto sem modificar a amostra, usando apenas coloração.

Human skin infrared analysis
Análise por infravermelho da pele humana

 

Human skin with filler infrared analysis
Análise por infravermelho da pele humana com preenchimento

Exame de imagem por microscopia multi-fotão

Para investigar o envelhecimento da pele e medir o colagénio da pele, podemos gerar muito rapidamente biópsias óticas não invasivas da pele, graças ao desenvolvimento da microscopia
multi-fotão. É até possível ver e quantificar na totalidade o colagénio ou outros constituintes da pele.

Horizontal cut section; Multi-photons second harmonic generation, Collagen (red), skin dermal papilla fluorescence (green)
Secção de corte horizontal
Vertical cut section
Secção de corte vertical

Geração de segunda harmónica multi-fotões: colagénio (vermelho), fluorescência da papila dérmica (verde)

Imagens MALDI

MALDI (do inglês “Matrix-Assisted Laser Desorption Ionisation”) é uma técnica de ionização usada em espetroscopia de massa para visualizar e quantificar as vias de penetração na pele e selecionar formulações eficientes. Esta tecnologia inovadora permite compreender melhor a distribuição de compostos da pele.

Focus on compound distribution in the dermis
Foco na distribuição de compostos da derme

Biópsia cutânea virtual

O objetivo deste “cubo de pele” 3D é descobrir a estrutura microscópica da pele normal conforme observada ao microscópio, ao observar uma secção de corte com coloração de uma biópsia de pele. A biópsia da pele é um procedimento ambulatório seguro, fácil e minimamente invasivo de importância académica e no diagnóstico. Uma pequena quantidade de tecido cutâneo é removida com uma punção e enviada para exame microscópico por um histopatologista. Este procedimento é rotineiramente usado para diagnóstico de doenças e cancros de pele.

Epidermis
Biópsia cutânea virtual

 

2D virtual skin biopsy dermis
Derme ao microscópio

 

Epidermis under microscope
Epiderme ao microscópio